Cólicas Menstruais – Dismenorréia

Dr. André Rafael de Souza Rodrigues – Ginecologista

Mais da metade das mulheres em qualquer faixa etária durante o período reprodutivo terão a desagradável experiência das cólicas menstruais, também chamadas de dismenorréia.

As cólicas são dores abdominais que se iniciam dias ou horas antes da menstruação, podendo durar até o final do fluxo, às vezes acompanhadas de náuseas, vômitos, dor de cabeça, tonturas, nervosismo, diarréia, dores nas costas, e chegando a alguns extremos como desmaio.

As cólicas menstruais variam de simples incômodos até as mais fortes, impedindo inclusive as atividades habituais de trabalho, escola, ou a vida dentro do lar.

A dismenorréia pode ser de dois tipos. O primeiro ocorre em mulheres jovens e surge após as primeiras menstruações. A secundária ocorre por doenças ou disfunções do sistema reprodutivo feminino, tais como endometriose, miomas, dius, hímens não perfurados, ovários policísticos, inflamações pélvicas.

O tratamento mais indicado deve ser prescrito pelo médico, que após examinar cuidadosamente a paciente e verificar seus exames irá optar pela melhor indicação. Não se deve, nos casos de cólicas menstruais se automedicar, pois pode-se estar mascarando doenças mais sérias que podem, a curto e médio prazo trazer muitos prejuízos para a paciente.

Se você tem cólicas menstruais procure o seu médico que com certeza irá fazer o melhor diagnóstico e proporcionar-lhe o melhor tratamento.